sábado, 23 de julho de 2011

Te amo muiito ainda..'

Quando você me deixou, segui os conselhos das minhas amigas, ou pelo menos tentei. Saí, me diverti, ouvi músicas e repeti pra mim mesma o mantra do " estou bem melhor sem ele." Mas não deu certo. Novas pessoas, festas, bebidas ... Eu não preciso de uma porcaria dessas, tudo que preciso é do seu abraço e do seu cheiro, do seu beijo, do seu gosto. Merda, te amo ainda. Garoto, sabe, tenho uma saudade das nossas conversas, das nossas promessas, que às vezes me dá uma vontade ridícula de chorar. Não só pelas vezes que minha memória me traz o som da sua voz ou o seu cheiro. Mas porque me vem uma certeza que eu ainda tinha mais pra amar, muita coisa pra admirar, outros pontos seus para jamais esquecer. Você tinha alguma coisa, um segredo, uma receita que os outros não têm, não sei. Você tinha alguma coisa, seus trejeitos e movimentos significavam algo. Eu queria ressuscitar o ontem e acordar no meio de um daqueles nossos erros. Eu não te negaria nenhum beijo, nenhuma conversa, nenhuma oportunidade de mudar esse meu mundo sujo que se revela a cada noite fria e solitária, nenhuma chance de desvendar essa sua alguma coisa. Como faz essa sua nova amiga - quase namorada, quase não, namorada né? Já sei, mas não se incomode, não mereço explicação. Não vou perder meu tempo te prometendo coisas novas, prefiro começar cumprindo as que fiz a mim mesmo e parar de fazer tantas besteiras. Mas, seguindo o clichê de ex namoradas, amigas, ficantes e platonicamente apaixonadas, espero que esse novo alguém esteja te fazendo muito bem, e que te ame mais do que eu te amei, te amo ... É que você tem alguma coisa que eu não sei explicar mas até hoje impede de me apaixonar por outro alguém... merda, te amo ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
UBERABA, mg, Brazil
Há sempre uma beleza rara Nesse ser tão menina tão mulher Se não posso dedilhar versos de dor Posso ser apenas eu Iluminar teu dia com o sol Sutilmente abraçar-te molhada Ser tua estrela, tua musa Entregar-me a ti para Compor-me em teus versos Versos de amor tão raro Escritos nessa noite mágica E nos teus olhos Refletir-me na imagem desse amor Por que amar É mais que fazer amor Vim te namorar Derreter-me em teus doces beijos Ser sua flor delicada Perder-me em você E nesse amor ardente, quente Tudo irradia quando me toca Nesse momento sou sua eternamente Deitados na relva molhada numa noite cheia de ESTRELAS...

Arquivo do blog

Seguidores