quarta-feira, 13 de julho de 2011

Tempo..

O despertador toca,olho para o relogio, são seis da manha me levanto,
o olhar distante ,cabelos bagunçados...
paro em frente ao espelho e me olho dos pés a cabeça mais não é só meu corpo que vejo,é minha alma, em que eu me tornei, alguém com medo de amar,
ah quanto tempo a vida não muda,
não toma outros rumos, a rotina é sempre a mesma,algo tão sem sentindo.. minha vontade agora é de correr,gritar,rir,viver... mais parece que estou presa no tempo,nas preoucupações,no passado,no dia a dia afinal por que busco tanto a felicidade?! se ela está bem em frente aos meus olhos e por quantas vezes eu finjo que não a vejo,deixo ela passar.... mais no fim do dia estou eu aqui,sem novidades,sem fotografias,sem lembranças pois tudo é sempre igual,as mesmas roupas, o mesmo pentiado,o mesmo emprego,as mesmas amizades,a mesma casa nada muda,ou sou eu que não permito que nada mude ah felicidade esta ai,no por do sol,nos campos floridos... na risada de um sonhador,em uma caminhada na praia,no olhar de uma apaixonada e eu fico sempre onde estou,por medo?!sim por medo de viver,de se descobrir.. de amar,de sair de onde estou... ah a felicidade esta bem ai,tão perto de mim, no banho de chuva,nas loucuras de quem ama, na musica que toca os corações, e eu trancada nesse meu medo... ah eu quero viver... eu vou superar esse medo
e vou atras do meu momento FELIZ...
pois o amanha eu já não sei..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
UBERABA, mg, Brazil
Há sempre uma beleza rara Nesse ser tão menina tão mulher Se não posso dedilhar versos de dor Posso ser apenas eu Iluminar teu dia com o sol Sutilmente abraçar-te molhada Ser tua estrela, tua musa Entregar-me a ti para Compor-me em teus versos Versos de amor tão raro Escritos nessa noite mágica E nos teus olhos Refletir-me na imagem desse amor Por que amar É mais que fazer amor Vim te namorar Derreter-me em teus doces beijos Ser sua flor delicada Perder-me em você E nesse amor ardente, quente Tudo irradia quando me toca Nesse momento sou sua eternamente Deitados na relva molhada numa noite cheia de ESTRELAS...

Arquivo do blog

Seguidores