quinta-feira, 14 de julho de 2011

Tinha tudo pra dar errado,mais deu tudo certo...

Alguns disseram que não ia durar. Logo ele, que não se envolvia com ninguém. Logo ele, que era um solteirão. Logo ele, o festeiro. Logo ele, que ficava com uma e com outra. Logo ele, que não se prendia. Logo ele, que tinha fama de pegador. Logo ele, que só tinha tido uma namorada quando adolescente e mais nenhuma depois de adulto. Sofri muito para entender que o passado fica lá atrás. Relutei muito para realmente me entregar de vez. Pensei muito, tinha medo de sofrer. Medo que ele fosse um canalha. Medo que ele sentisse falta da vida antiga, onde tudo era festa, bebida e mulher. Medo que ele sentisse falta dos dias que tinham ficado para trás, onde tudo era prazer. Onde não existia horário, compromisso, satisfação. Onde não existia amor nem respeito nem consideração nem cumplicidade nem nada disso que a gente tem. Onde a única coisa que existia era o egoísmo. Ninguém é igual a ninguém, eu sei. Não posso querer que você seja de um jeito que não é o seu. E se eu gosto, tenho que gostar por inteiro. Mesmo com defeitos, mesmo com passado, mesmo com tudo. Eu também tenho a minha história, com partes bonitas e feias. E quando duas vidas se cruzam, com tudo de errado e certo, é a gente que escolhe ficar. E foi essa a escolha que nós fizemos. A gente tinha tudo pra dar errado. Mas demos certo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
UBERABA, mg, Brazil
Há sempre uma beleza rara Nesse ser tão menina tão mulher Se não posso dedilhar versos de dor Posso ser apenas eu Iluminar teu dia com o sol Sutilmente abraçar-te molhada Ser tua estrela, tua musa Entregar-me a ti para Compor-me em teus versos Versos de amor tão raro Escritos nessa noite mágica E nos teus olhos Refletir-me na imagem desse amor Por que amar É mais que fazer amor Vim te namorar Derreter-me em teus doces beijos Ser sua flor delicada Perder-me em você E nesse amor ardente, quente Tudo irradia quando me toca Nesse momento sou sua eternamente Deitados na relva molhada numa noite cheia de ESTRELAS...

Arquivo do blog

Seguidores